Sérgio Conceição “quer ainda mais” para a segunda metade do campeonato

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

Sérgio Conceição garante que “não vai ser fácil derrubar esta equipa”, diz que trabalhar à base do grito “só dura uma semana” e lamenta que o trabalho dos dragões seja “poucas vezes realçado”. O treinador do FC Porto reconhece que a equipa fez uma grande primeira volta, mas quer ainda mais para a segunda metade…

Após o triunfo frente ao Vitória de Guimarães (4-2), na 17.ª jornada da Liga NOS, Sérgio Conceição falou numa segunda parte avassaladora e considerou difícil, mas justa, a conquista de mais três pontos e mostrou-se satisfeito por o FC Porto terminar a primeira volta do campeonato com 45 pontos e na liderança da prova.

E apesar da performance na primeira metade da competição, Sérgio Conceição quer ainda mais: “Os pontos são sempre caros para nós. Temos consciência que queremos ter uma segunda volta ainda melhor do que a primeira. Temos 45 pontos, são muitos, mas isto ainda só vai a meio e temos que fazer mais e melhor. Mas não vai ser fácil derrubar esta equipa, porque é mesmo assim. Ainda hoje sofremos um golo que me parece em fora de jogo e temos um penálti não assinalado com o jogo em 0-0“.

O recado a Rui Vitória: “Nós somos um grupo verdadeiramente forte e não o digo só porque fica bem dizê-lo numa conferência. Eu digo o que sinto e não meto num dia o modo motivador e noutro dia o modo agressivo. Penso pela minha cabeça e não pela cabeça dos outros, pois já sou crescido, sou livre. Tudo que é o meu sentimento eu expresso, sem problema. Há pessoas que me fazem lembrar um boneco que o meu filho tem em casa, que não tem expressão e que assume formas de estar carregando-se num botão. Eu não sou assim“.

Não quero entrar em guerrilha. O que o Rui Vitória disse estou de acordo com ele. Acho que os árbitros tem de consultar mais vezes o VAR


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *