Sérgio Conceição na antevisão do clássico frente ao Sporting


Sérgio Conceição fez a antevisão ao clássico frente ao Sporting no Estádio de Alvalade, o Sporting-FC Porto está marcado para as 15h30 de sábado…

Sérgio Conceição fez esta sexta-feira a antevisão do clássico frente ao Sporting, que fecha a primeira volta da Liga 2018/19. O FC Porto parte para a 17.ª jornada na liderança da prova, com oito pontos de vantagem sobre a equipa de Lisboa.O treinador do FC Porto destacou a importância de Bruno Fernandes para a dinâmica da equipa leonina, referiu a questão pontual e falou ainda do regresso de Pepe.

Expectativas para o jogo em Alvalade: Espero viver emoções da mesma forma que tenho vivido ao longo da minha carreira. É um jogo com um rival que luta pelos mesmos objetivos que nós. Vamos fazer tudo para conquistar os três pontos.

Pepe: Encontrei bem o Pepe, com uma vontade enorme de querer ajudar, com uma motivação que já lhe conhecia. É um jogador competitivo, muito sério e muito trabalhador. Conheci-o pessoalmente e é muito agradável trabalhar com um jogador com este currículo profissional. Se conto com ele para o clássico? Está toda a gente disponível, à exceção do Otávio e Aboubakar. Depois cabe-me a mim fazer a convocatória.

Um jogo com uma equipa com mais responsabilidade? O objetivo do FC Porto é sempre de ganhar e presumo que o do Sporting seja o mesmo. A diferença pontual na tabela olhamos para ela até ao apito do árbitro. O jogo tem a sua própria história e, por isso, temos de entrar bem para conseguimos ganhar os três pontos. A responsabilidade do FC Porto é a mesma daquela que tivemos no último jogo.

Pepe para suplente? Não vou dizer isso. Nunca digo equipas ou convocatórias nas vésperas de jogo, com algumas exceções. As nossas equipas não permitem ir buscar jogadores que entre, de caras, na equipa, mas sim boas soluções e alternativas, mas isso não quer dizer que, com o trabalho, não se venham a afirmar como titulares, como o caso do Militão. Parece que o Pepe vem para aqui terminar a carreira de uma forma tranquila, mas não é nada disso. A primeira coisa que ele me disse quando me cumprimentou foi: “Mister, eu quero competir”. Essa disponibilidade é que é importante.

Sporting de Keizer e Peseiro: Tenho um enorme respeito pelo trabalho de José Peseiro, mas o ambiente não era fácil. Com o novo presidente e novo treinador, o Sporting ganhou mais tranquilidade. Há dinâmicas diferentes, mas coisas que não fáceis de observar e descortinar. Acho que o trajeto de Keizer está a ser positivo, até porque o campeonato português não é fácil. É sempre bom ter treinadores como Keizer que vem para aqui e traz coisas diferentes. Mas estamos cada vez melhores, nós treinadores portugueses. O treinador português é criativo, inteligente e taticamente forte.

Horário do jogo: Desde já, quero dar os parabéns a quem estabeleceu este horário, porque é um horário que faz bem ao futebol. Porque há muita gente que vai levar as famílias ao estádio. O espetáculo beneficia com este horário. Em termos das rotinas dos jogadores, não nos queixamos. Eu prefiro ter um estádio cheio, é extremamente motivante para quem joga.

Bruno Fernandes: É um jogador importante dentro da dinâmica do Sporting, sem dúvida. É um jogador com qualidade. É um jogador a ter em atenção, pelos seus movimentos. É muito inteligente.

Jogar em Alvalade tem sido mais difícil para o FC Porto: É uma coincidência. O Sporting tem feito grandes jogos, principalmente em sua casa, contra o FC Porto e não perde em casa desde maio de 2017, frente ao Sporting. Em relação aos jogos contra o FC Porto, acho que é uma coincidência, sinceramente. Vi escrito que ainda não consegui ganhar em Alvalade, são estatísticas que a mim dizem pouco.

Vantagem na frente: Trabalhamos diariamente para conseguir ganhar o próximo jogo. Não vivemos muito num futuro a médio prazo, vivemos o imediato, o momento, o que condiciona o próximo jogo. Não olhamos muito para daqui a três ou quatro meses, até porque as equipas passam por ciclos diferentes. Depois deste jogo, ainda haverá 51 pontos em disputa. Há muito ponto para conseguir conquistar, há muito jogo para disputar, não ficamos muito excitados com esta vantagem. É normal, uma equipa como o FC Porto tem de estar em primeiro lugar. O FC Porto está habituado a estar em primeiro lugar nas provas nacionais. Penso que é um jogo importante para o rival, porque se perder fica a onze pontos, mas da nossa parte também é importante vencer para aumentar a distância afrente a um adversário direto. Temos de nos preocupar sobretudo com o nosso jogo, o nosso foco não está nas outras equipas. No final far-se-ão as contas.

Notícias Populares