FC Porto-Nacional, 3-1, liderança reforçada


O FC Porto recebeu e venceu o Nacional, em jogo que fechou a 16.ª jornada do campeonato nacional, e continua a aumentar a vantagem no topo da classificação da Liga…

O FC Porto venceu o Nacional por 3-1, garantiu o 18.ª triunfo consecutivo, igualando o melhor registo da história do futebol português, e continua a reforçar a liderança na Liga. São agora seis pontos sobre o segundo classificado, o Sp. Braga, depois da escorregadela do Sporting em Tondela.

Vitória justa dos dragões, acima de tudo pela segunda parte, onde foram superiores ao adversário e justificaram o triunfo por dois golos. Brahimi, duas vezes (32m e 57m), e Tiquinho Soares (38m) fizeram os golos da formação da casa, enquanto Rochez (40m) marcou o único tento dos insulares no Dragão.

Rui Costa, árbitro da Associação de Futebol do Porto, foi o escolhido para esta partida e foi auxiliado por João Bessa Silva e Nuno Manso. João Matos assumiu as funções de 4º árbitro. Vasco Santos esteve a cargo do VAR, com Sérgio Jesus como assistente.

A equipa orientada por Sérgio Conceição igualou o recorde nacional de triunfos ininterruptos (18) que pertence ao Benfica de Jorge Jesus e foi alcançado em 2010/2011 (entre 12 de dezembro de 2010 e 2 de março de 2011), época dominada pelo FC Porto de André Villas-Boas.

Segue-se o clássico frente ao Sporting, no Estádio de Alvalade para disputar a 17.ª jornada da I Liga com o Sporting, no dia 12 de janeiro, onde os dragões irão lutar pela “liderança isolada” do recorde.

Estádio do Dragão – FC Porto-Nacional, 3-1

FC Porto: Casillas; Maxi Pereira, Mbemba, Militão, Alex Telles; Corona, Danilo, Herrera, Brahimi (Adrián López, 60m); Marega (Fernando Andrade, 88m), Soares (Óliver Torres, 76m).
Suplentes: Vaná, Diogo Leite, Hernâni, Óliver, Adrián, Sérgio Oliveira, Fernando Andrade.
Treinador: Sérgio Conceição.
Espectadores: 33,708


Veja os melhores momentos

Notícias Populares